Um Passo de Fé


História de Joquebede encontra-se em Êxodo 1 e 2 e Números 26.59
Depois da morte de José no Egito e toda a sua geração, os filhos de Israel multiplicaram-se de maneira que todo Egito se encheu deles, com um novo faraó a qual não conheceu a José e por receio que os filhos de Israel viessem a se rebelar contra o Egito em tempos de guerra, ele decretou um tempo de grande aflição ao povo escolhido de Deus que passou a viver dias de dura servidão.
E mesmo em tempo de aflição o povo hebreu continuou a crescer e faraó designou duas de suas parteiras para que matassem aos bebês meninos quando esses viessem a nascer, impedindo assim o crescimento do povo hebreu. A Bíblia nos mostra que essas parteiras por temor ao Deus das hebréias preferiram desobedecer a uma ordem de faraó do que se colocar contra a vontade de Deus do povo de Israel.
O povo escolhido por Deus não parou de crescer e faraó ordenou que os egípcios jogassem no rio Nilo todas as crianças hebréias do sexo masculino que fossem nascendo , Joquebede pôde esconder seu terceiro filho por três meses, e certa que não havia mais a possibilidade de escondê-lo se deparou em duas alternativas:
Ela deixasse que o seu filho caísse nas mãos dos egípcios para ser entregue à morte ou entregasse nas Mãos de Deus, e assim ela colocou-o nos juncos à beira do rio Nilo, mas dentro de um cesto feito de papiro, tornado impermeável com betume e piche. Sabemos do amor incondicional de uma mãe pelo seu filho, Joquebede sabia que somente Deus poderia reverter àquela situação, o destino de sua criança não estava mais sobre os seus braços protetores, ao pensarmos em nossos filhos podemos perceber o grau de dificuldade para aquela mãe em lidar com os seus conflitos internos, tendo que apegar-se em sua fé e esperança ao invés de desistir e se entregar.
Com um olhar triste percebia o cesto distanciar-se dela levando com ele algo de grande valor para ela o seu “filho”.
Mirian sua filha, acompanhou o cesto conduzido por Deus que o colocou sobre o olhar da filha de faraó a que se encheu de compaixão e lhe retirou do Rio Nilo. Atrás de tudo isto, podemos perceber a mão de Deus que usou o ato de fé desta mãe hebréia para colocar o seu filho no palácio do faraó e através da ousadia de Mirian de oferecer sua mãe como ama de leite da criança à filha de faraó. Joquebede teve seu filho de volta ao seu colo por um período determinado em que a criança ficasse desmamada e voltasse assim para o palácio quando atingisse a meninice.
O que podemos aprender com essa mulher?
Deus sempre esteve presente na vida de Joquebede, pela fé ela entregou seu problema ao Senhor que aos seus olhos não tinha solução, sua submissão e gratidão prevaleceu e ao invés de viver aquele período se lamentando pelo dia que seu filho tivesse que retornar ao palácio, ela se manteve firme na certeza que seu filho era escolhido por Deus e era a sua obrigação de ensinar sobre a lei de Deus a ele, pois quando essa criança fosse entregue na corte egípcia dificilmente encontraria alguém que instruísse seu filho sobre a lei de seu povo, ele estaria convivendo sobre a lei do Egito e presenciando rituais do povo egípcio a deuses estranhos.
Confiar vale mais do que lamentar, e crer que mesmo diante uma situação difícil é necessário não deixar de acreditar que Deus esta no controle, entregar a Deus o nosso medo, a nossa aflição e o “controle” de nossas vidas, com Joquebede aprendemos ainda que difícil de entregar não é impossível, se ela não entregasse o seu filho ao Senhor ele seria morto quando descoberto no entanto ela não somente o recebeu de volta, mas foi Moisés usado por Deus para libertar o seu povo da escravidão do Egito.
Deus está no controle de tudo e por mais absurdo que pareça seremos nós a ter que dar o primeiro passo, “o passo da fé” para aquilo que achamos sem solução.
Compartilhar Google Plus

Por: Marileide Goes

O Senhor Jesus sabe precisamente como você foi feito e por que foi criado. Quando algo em sua vida não acontece de maneira adequada, Ele sabe como consertar, quando você erra ou desvia dos  mandamentos de Deus.
Ele sabe como trazê-lo de volta e sabe como agir em meio às piores tragédias e erros de sua vida. 
    Blogger >> Comentário
    Facebook >> Comentário

0 comentários:

Postar um comentário